Amores Roubados – Capítulo 2

Carol Vidal 08/01/2014 14
  • Atuação
  • Roteiro
  • Trilha Sonora

Você pode pagar de gostosão lá em São Paulo, mas aqui quem manda sou eu.” – Celeste para Leandro

Celeste pagando de mulher traída fechou com chave de ouro o episódio de hoje. E depois de montar essa banca toda, entra na lista de suspeitos para o tiroteio da cena inicial da série. Afinal, mulher (que se acha) traída é bicho solto e é capaz de atos impensados.

Mas, apesar da cena final, o foco hoje foi em Isabel, que ganhou nova vida após seus breves encontros com Leandro. É perceptível ela será a mais afetada depois de seu envolvimento com o sommelier. Na cena em que ela está deitada na cama lendo o livro de poemas fica clara a brusca mudança de semblante no momento em que Jaime – que continua insuportável – entra no quarto. Parece que ela perde a luz no momento exato em que é retirada de seus pensamentos e sua fantasia.

Outro momento que mostra a mudança de Isabel é durante a reunião em homenagem à sua mãe. Ela aparece com o cabelo mais arrumado, roupas mais claras e até mais corada. Por isso mesmo é possível acreditar que ela vai se jogar de cabeça nessa relação, que poderá ser a salvação ou a ruína de sua vida. É esperar para ver.

amores roubados - capítulo 2Esse segundo capítulo explorou também o lado sombrio de João, dando a impressão de que há muita coisa por trás dessa psicopatia toda. Seu olhar, seu desejo de sentar à mesa no lugar de Jaime e aquele ataque a Antônia mostram que há ainda muitas camadas a serem exploradas nesse personagem. É torcer para que todo esse mistério não seja em vão. Aliás, alguém mais ficou com a impressão de que João já tinha abusado de Antônia anteriormente? A cara de assombro dela deixou essa dúvida no ar.

Amores Roubados conseguiu acertar melhor o ritmo dessa vez, ao investir em menos tramas paralelas. Isso proporcionou aprofundar mais o que estava sendo visto, sem excesso de informação. Foram cenas mais longas e mais bem trabalhadas. E a fotografia continua um luxo. O que foram aquelas tomadas na margem do rio?

Se continuar seguindo nessa lógica, o capítulo de amanhã deve aprofundar mais a relação entre Leandro e Isabel ao mesmo tempo em que investe na aproximação entre o rapaz e Antônia. Imagina no momento em que essas mulheres resolverem conversar entre si e revelar seus segredos? Mexendo com fogo desse jeito, não é de se espantar que ele acabe levando um tiro.

PS: O que serão aqueles cadernos que João guarda junto com a arma? Façam suas apostas.




  • Wedson Galdino

    Esse segundo episódio já deu uma melhorada no negócio. A cena no vinhedo foi a melhor coisa do episódio, Patrícia Pilar nos mostra que ainda tem muita lenha pra queimar na TV (literalmente).

    Sem querer ser chato ou didático, eu acho que as tomadas de Leandro se insinuando pra Isabel foram gravadas nas margens do Rio São Francisco. Mas também “O velho chico” tem margens tão lindas que até parecem uma praia.

    Enfim, parece que a Globo quando quer faz algo que preste.

    • Carol Vidal

      Patricia Pillar é divina!

      Opa, obrigada pela correção, Wedson. Vou mudar no texto!
      Foi desatenção minha na hora de escrever. :)

  • http://circuitoemserie.blogspot.com/ Thyago

    João psicopata. Melhor personagem.

    • Carol Vidal

      Até agora, meu preferidos são João e Isabel!

  • Camila Cortez

    O João é doido, to achando q será ele q descobrirá as traições.

    • Carol Vidal

      É uma boa teoria, Camila. E o que será que tem naqueles cadernos que ele guarda junto com a arma?

      • Camila Cortez

        Não sei Carol. Aproveitando a oportunidade, parabéns pela coluna. Estou adorando as criticas de Amores Roubados.

        • Carol Vidal

          Muito obrigada, Camila. Fico feliz que esteja gostando! E agradeço também por ter comentado ;)

  • Rubens Rodrigues

    Eu provavelmente tô sendo cri cri um pouco cedo, mas senti que o texto desse episódio não seguiu no mesmo nível do anterior. Achei tudo meio apressado, como o envolvimento do Leandro com a personagem da Patrícia (que rendeu as melhores cenas), e o plot da Dira Paes com a Cássia Kiss. Dira parece que ganhou uma personagem muito previsível e novelesca. Aqueles diálogos tipo “arruma essa bagunça, empregada/ não perguntei nada” e “eu posso ser pior do que vc imagina (ou algo do tipo)” parecem coisa de novela mexicana ~~dublada~~ no SBT. Sem contar que tudo é muito conveniente pra personagem da Cássia. Destoou um pouco no nível que o programa apresentou. Outra coisa que me incomoda é esse elenco cansado de váárias produções recentes, mas ok.

    Ficou a impressão de que eles poderiam apresentar algo melhor e desenvolvido com mais calma se tivessem mais tempo, como você bem falou na crítica da estreia.

    • Carol Vidal

      Engraçado, Rubens, gostei mais da dinâmica da série nesse capítulo. E o fato desses envolvimentos/resoluções rápidas, eu acho que tem a ver com a quantidade reduzida de episódios mesmo. Vamos ver como será o capítulo hoje!

  • Yago Modesto

    A serie já vale muito a pena ser vista pela fotografia e a Trilha Sonora. rsrsrs

    • Carol Vidal

      Hahaha, concordo Yago. Eles capricharam nesse quesito! :)

  • Luiz Felipe Matos

    Jurando que a frase de destaque seria “Oxe…” – Empregada para João, HAHAHAHAHAHA!
    Muito bom! Ponto para a entonação do sotaque nordestino! Looooooonge do clichê. E, ao contrário do que ando lendo por aí, estou achando a atuação de Ísis Valverde muito boa.
    E que fotografia!
    Não cogitei um provável abuso anterior por parte de João, mas notei que ela mudou de expressão rápido demais. Primeiro, zombou, depois ficou com medo. Com certeza tem treta por aí.
    E é isso aí! Oremos para o roteiro só melhorar.

    • Carol Vidal

      Ótima frase mesmo, Luiz Felipe, hahaha
      E eu, como carioca que mora em Salvador, também estou achando os sotaques convincentes, muito melhor do que costumamos ver por aí.

      E a fotografia é um luxo, né? Muito linda!